Publicado em 24/10/2012 16:13:21 - Atualizado em 24/10/2012 16:15:04

COMPANHIA COBRA CARO PARA NOVO VOO

IMPEDIMENTO

O consumidor Marcos Tito reclama dos serviços prestados pela Trip Linhas Aéreas, que negou a  ele um embarque emergencial no trecho de Uberlândia para Belo Horizonte. Segundo ele, depois de chegar ao balcão com 30 minutos de antecedência, foi informado de que não poderia mais viajar no horário comprado por motivo de atraso. "Recebi essa resposta mesmo com a aeronave tendo levantado voo 25 minutos depois do horário agendado". lembra. Para conseguir voltar para Belo Horizonte, onde tinha um compromisso profissional marcado, Marcos teve que pagar a quantia de R$ 390,00 para embarcar no próximo voo. O consumidor reclama do posicionamento da empresa, que não facilitou o seu embarque mesmo ao perceber o atraso da aeronave. "As regras só valem para a empresa", lamenta.

 

RESPOSTA DA TRIP.

"A Trip Linhas Aéreas reforça que orienta todos os passageiros para comparecimento ao guinchê de embarque no prazo estipulado pela companhia aérea, ou seja, com uma hora de antecendência, conforme a Resolução 676 da Agência Nacional de Aviação Civil ( ANAC). Atigindo o horário limite de 30 minutos antes do voo citado, o check-in foiencerrado sem nenhum passageiro em espera. O passageiro Marcos Tito apresentou com atraso ao balcão da companhia e por isso não foi possível efetuar o check-in".

 

COMENTÁRIO DO LEITOR.

O consumidor contesta a resposta da empresa e reclama da Trip, enquanto prestadora de serviço. "Os deveres são só para o consumidor e os direitos para a empresa. Por que eles podem atrasar um voo em 25 minutos e não podem embarcar um passageiro que ainda teria tempo hábil para voar?", questiona.

Fonte: JORNAL ESTADO DE MINAS
Tags: